maternidade

Vacinação na Alemanha – Tudo o que você precisa saber

Pinterest LinkedIn Tumblr

Quando o assunto é vacinação na Alemanha, muitos residentes podem ficar em dúvida sobre o que fazer. Afinal, vacino meu filho ou não? Devo me vacinar também ao chegar ao país? A vacinação é obrigatória na Alemanha? Se eu decidir por vacinar, como o sistema de vacinação na Alemanha funciona? Quanto custa me vacinar no país? Existe um calendário de vacinação? Primeiramente, se acalme! De fato, as dúvidas são muitas. Além disso, esse é um assunto bem particular. Por isso, o Alemanha Cast vai responder a todas as suas perguntas e te dar todas as informações necessárias.

Como funciona a vacinação na Alemanha

Em geral, apesar de ser fortemente recomendada pelas autoridades sanitárias, a vacinação não é obrigatória. No entanto, existem algumas exceções, situações bem específicas. Por exemplo, em 1º de março de 2020 entrou em vigor na Alemanha uma lei polêmica aprovada pelo Parlamento.  Por isso, a partir dessa data toda criança deve ser vacinada contra o sarampo. Ao mesmo tempo, qualquer funcionário de creches, escolas, prédios públicos, além de clínicas e hospitais também devem receber o imunizante.

De acordo com o Ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, o objetivo da lei é proteger as crianças de um novo surto de Sarampo. De fato, a doença que era considerada erradicada em várias partes do mundo, voltou a causar preocupação na comunidade médica. Assim, caso os pais decidam por não acatar a orientação das autoridades, vão ter que lidar com multas que podem chegar aos €2,500. Além disso, seus filhos não poderão frequentar o Kindergarten, ou jardim de infância. Normalmente, a recomendação das autoridades sanitárias é de que as crianças sejam vacinadas contra Sarampo, Caxumba, Rubéola e Catapora.  Apesar de não serem totalmente contra as vacinas, alguns grupos defendem que ela impede o direito individual de rejeitar a imunização, ao obrigar que as crianças sejam vacinadas.

Vacinação de bebês na Alemanha

A vacinação na Alemanha também começa cedo. Logo após o nascimento, o bebê já recebe uma caderneta de vacinação que pode ser chamada de Impfpass, Impfausweis ou Impfbuch. Então, todas as vacinas recomendadas serão registradas para o acompanhamento das doses, seguindo o cronograma indicado pelas autoridades. Adicionalmente, a maternidade ou a parteira vão providenciar uma segunda caderneta para registro de todos os exames periódicos pelos quais o bebê deve passar. Assim, até que ela chegue aos 06 anos de idade, é nesse caderninho, o Kinder-Untersuchungsheft, que seu crescimento será acompanhado, paralelo à vacinação.

Vacinação para adultos na Alemanha

Se você cresceu no Brasil, é bem provável que tenha recebido várias doses de vacinas durante sua infância e adolescência contra várias doenças. No entanto, pode ser que essas não sejam as doenças mais comuns na Alemanha. Sendo assim, a melhor ideia é conversar com seu médico a respeito. Aliás, ele vai perguntar sobre seu histórico de vacinação e pode pedir que a imunização seja repetida, caso haja alguma dúvida.

Vacinas recomendadas

Em geral, a vacinação na Alemanha é recomendada para que a população receba imunização contra várias doenças comuns e que podem ser bem controladas. São elas:

  • Catapora
  • Rubéola
  • Caxumba
  • Sarampo
  • Meningite Tipo C
  • Rotavírus
  • Hepatite B
  • Poliomielite
  • Tétano
  • Difteria
  • Coqueluche
  • Hib (Haemophilus influenzae b)
  • Pneumococos (Streptococcus pneumoniae)

Caso você viva em uma área onde seja comum a contaminação pela TBE (encefalite transmitida por carrapatos), a imunização também é indicada. Adicionalmente, é recomendado que idosos e grávidas sejam vacinados contra a gripe. Para mulheres jovens, a indicação é para se vacinarem contra o HPV (human papilomavírus), diminuindo as chances de desenvolverem câncer cervical.

Ao se vacinar pela primeira vez em solo alemão, você vai receber um caderninho amarelo. Na realidade, essa será sua caderneta de vacinação internacional, que também pode ser chamada de Impfpass, Impfausweis ou Impfbuch. A partir de então, todas as vacinas recebidas serão registradas para facilitar o acompanhamento das doses. Aliás, é esperado que você sempre leve sua caderneta de vacinação para todas as consultas médicas, para o devido acompanhamento.

Quanto custa a vacinação na Alemanha

Normalmente, todas as seguradoras oferecem cobertura para as vacinas que são recomendadas pelas autoridades alemãs, seguindo as diretrizes oficiais. Porém, também é possível que você encontre seguradoras que oferecem uma cobertura adicional. Nesse caso, o seguro paga pela Reiseimpfung, literalmente vacinação para viagem, que garante a imunização contra doenças que podem ser contraídas fora do território alemão, enquanto você estiver viajando. Por outro lado, se você trabalha em um ambiente de alto risco de contaminação, é dever do empregador arcar com os custos garantindo que seus funcionários sejam imunizados. De fato, esse é um direito do trabalhador garantido pela seção 3 da Lei de Saúde e Segurança Ocupacional (Arbeitsschutzgesetz). 

Existe um calendário de vacinação?

Assim como no Brasil, a vacinação na Alemanha segue um calendário que se inicia logo nas primeiras semanas de vida do bebê e segue até que o indivíduo chegue aos 18 anos.  Logo, a imunização básica é iniciada na sexta semana de vida do bebê. Em seguida, novas doses são dadas quando ele atinge os 3, 4, 11, 14, 15 e 23 meses de idade. Com o tempo, outras doses ou reforços são dadas aos 9, 14 e 18 anos, encerrando o ciclo recomendado pelas autoridades. 

No entanto, algumas vacinas são de dose única e outras exigem reforço em determinado período para garantir a imunização. Você encontra a lista atualizada de vacinas recomendadas pelo Comitê de Vacinação do Instituto Robert Koch em Berlim no site do Instituto. Resumindo, vimos que a vacinação na Alemanha só é obrigatória no caso da imunização contra o sarampo, baseada em uma lei de março de 2020. No entanto, assim como acontece em outras partes do mundo, inclusive no Brasil, a população é incentivada a aceitar as vacinas que podem impedir o avanço de doenças sérias.

Gostou? Compartilhe! Aproveite para saber mais sobre a rotina da vida na Alemanha escutando nosso Podcast.

Deixe seu comentário