Cotidiano Informação

O que é bilinguismo e quais as vantagens e desafios de criar filhos bilíngues?

Pinterest LinkedIn Tumblr

Um idioma é mais do que um código usado para comunicação. Cada idioma traz consigo toda uma cultura. Alguém bilíngue, pode até desenvolver características de personalidade diferentes para cada idioma falado.

E quando esse alguém é uma “pessoinha” em formação? Será que é bom criar filhos num lar bilíngue? Pode atrapalhar o desenvolvimento e atrasar a fala?

O que é Bilinguismo?

Alguns estudiosos defendem que o simples fato de se ouvir, falar, ler e escrever em dois idiomas, ou simplesmente ter uma dessas habilidades num grau mínimo, é suficiente para ser considerado bilíngue. Outros, mais rígidos, só aceitam como bilíngue o indivíduo que domina completamente dois idiomas, sem interferência de um no outro. Há ainda uma terceira vertente, que diz que só é bilíngue quem é completamente fluente em dois idiomas.

Porém, a fluência pode depender do contexto em que a pessoa convive e pode estar sempre sendo aprimorada. Vendo por esse ponto, podemos dizer que existem diferentes graus de fluência.

Quais os tipos de bilinguismo?

Em nosso podcast no epsódio 44 falamos mais detalhes sobre os tipos de bilinguismos. Basicamente o bilinguismo pode ser dividido em dois principais tipos:

Bilinguismo simultâneo: Ocorre quando a criança é exposta aos dois idiomas ao mesmo tempo e se torna fluente em ambos.

Bilinguismo consecutivo: Ocorre quando o indivíduo só tem contato com o segundo idioma depois de ser fluente no primeiro.

E há também as variações decorrentes do ambiente onde se aprende o idioma. Por exemplo, se a pessoa aprendeu numa escola de idiomas ou se foi diretamente na convivência cotidiana de um país. Também vai variar se a pessoa aprende quando criança ou depois de adulto.

Transmitir o idioma para os filhos faz bem

Caso ambos falem o mesmo idioma, é bom que os pais conversem com as crianças nele.
E não se preocupe! Elas vão aprender o idioma do país quando estiverem na escola e brincando com outras crianças.

Há também o aspecto cultural e afetivo de criar um vínculo com o filho. O que ouvimos durante nossa formação, nós levamos por toda a vida. Sem contar que ela pode falar em “código” com seus filhos, mesmo em público! Tá aí uma grande vantagem, né?! E por falar nisso…

Desafios, vantagens e desvantagens

Nem sempre é fácil manter a conversa no português, principalmente quando estão no meio de mais pessoas, como a parte alemã da família. Se há um amigo do seu filho na sua casa, você precisa se render ao idioma local.

Mas, se a criança entender que aprender o idioma de um dos pais abre outras portas para ela, isso se torna uma grande vantagem. Ela passa a ter possibilidades mais amplas, como assistir desenhos diferentes, ler e escrever coisas diferentes e, com o tempo, estudar e aprender em ambientes e países diferentes!
O desafio maior é esse: criar um laço afetivo da criança com a língua.

Quer saber mais sobre o assunto?

Quer saber mais sobre bilinguismo? O assunto foi debatido em nosso podcast de número #44. O episódio pode ser conferido nas plataformas de streaming iTunes, Spotify, Google podcasts e também em nosso site.

Alemanha Cast #44 - Bilinguismo
Alemanha Cast #44 – Bilinguismo

Criador, host e editor do Alemanha Cast.

Deixe seu comentário

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com