Cotidiano Curiosidades Educação

Conheça 05 das melhores Universidades da Alemanha

Pinterest LinkedIn Tumblr

Você está pensando em estudar na Alemanha? Conheça cinco das melhores universidades alemãs, incluindo sua história e os principais cursos de cada uma delas.

Melhores Universidades da Alemanha

Todos os anos, milhares de estudantes estrangeiros buscam pela graduação nas universidades da Alemanha. Além do ensino de altíssimo nível, as taxas semestrais, com algumas exceções, são muito baixas se comparadas às mensalidades de universidades renomadas ao redor do mundo. Elas variam entre €400 – €600, por semestre! O detalhe é que algumas universidades são completamente gratuitas e acessíveis para quem preenche os requisitos. Então, vamos conhecer cinco universidades para ninguém botar defeito, ninguém mesmo!

Universität Heidelberg

A Universidade de Heidelberg é uma das mais conceituadas universidades públicas da Alemanha. O bacharelado dura seis semestres e é comum os alunos já ingressarem no mestrado, que leva mais quatro semestres para ser concluído.

Com relação às taxas, Heidelberg é uma das exceções. De acordo com a universidade, estudantes estrangeiros precisam pagar €1.500 por semestre, desde 2018. Mas, pode ser que você se qualifique para ficar isento dela.

Um pouco da história da Universität Heidelberg

Fundada em 1386, por orientação do Papa Urbano VI, sendo a mais antiga da Alemanha, foi a terceira universidade estabelecida no Império Romano e uma das poucas sobreviventes dessa época.

Onze de seus professores conquistaram o Nobel nas áreas de medicina, química e física. Porém, 56 laureados têm alguma ligação com a instituição. Apesar da idade, a Universidade de Heidelberg evoluiu e mantém mentalidade e diretrizes bem modernas, defendendo oportunidades iguais para homens e mulheres, oferecendo um ambiente de diversidade e aceitação cultural, fazendo com que estudantes das mais diversas origens se sintam incluídos.

Principais cursos da Universidade de Heidelberg

Matemática, Ciência da Computação, Direito, Teologia, Física e Astronomia, Idiomas Modernos, Filosofia, Biociências, Ciências da Terra e Química, Economia e Ciências Sociais e Medicina.

RWTH Aachen University

Essa é a abreviação para Rheinisch-Westfälische Technische Hochschule Aachen University. Grande, né?! Pois não é só o nome. Ela também é a maior universidade tecnológica da Alemanha, com mais de 40mil alunos! Cerca de 11mil, procedem de 120 países.

São mais de 150 cursos oferecidos, internacionalmente reconhecidos e sem taxas semestrais, inclusive para estudantes estrangeiros. Há uma pequena contribuição social, como um rateio dos gastos entre os estudantes, de €50.

Um pouco da história da RWTH

Fundada em 1870, pelo Príncipe Frederick William da Prússia, a universidade quase foi erguida em outro lugar. A cidade de Aachen ganhou uma competição que envolvia outras quatro cidades.

Começando suas atividades com 223 alunos e 32 professores, o foco era a engenharia, especialmente de minas, já que mineração era a o forte da região.

Principais cursos da RWTH Aachen University

Engenharia Mecânica, Georrecursos e Engenharia de Materiais, Engenharia Elétrica e Tecnologia da Informação, Artes e Humanidades, Administração e Economia, Engenharia Civil, Arquitetura Matemática, Ciência da Computação, Ciências Naturais e Medicina.

Quer saber mais sobre educação na Alemanha? Escute nosso podcast!
Alemanha Cast #52 Educação na Alemanha

Universidade de Tübingen

Localizada na cidade homônima, próximo a Stuttgart, a Universidade de Tübingen é mundialmente conhecida pelas faculdades de Humanidades, Ciências Naturais, Teologia e Medicina.

Um pouco da história da Universidade de Tübingen

Fundada em 1477 por Eberhard Karls, é uma das mais antigas da Alemanha. Com mais de 27mil alunos, cerca de 3.700 são estudantes estrangeiros.

Vários ganhadores do Nobel têm alguma ligação com a Universidade de Tübingen, a maioria no campo da Física ou Medicina. O nível do corpo docente é considerado excepcional, porém, aprender com eles custa um pouco mais caro para quem é de fora do país, €1.500 também.

Principais cursos da Universidade de Tübingen

Direito, Filosofia, Economia e Ciências Sociais, Teologia Católica, Teologia Protestante, Matemática, Ciências Naturais e Medicina.

Charité – Universitätsmedizin Berlin

Resultado da fusão de quatro campus, incluindo da Universidade de Humboldt e da Universidade Livre de Berlim, a Charité – Universitätsmedizin Berlin se tornou um dos maiores hospitais universitários da Europa.

Um pouco da história da Charité

A longa, e impressionante história, dessa universidade não caberia aqui. Em 1710, foi erguido como local de quarentena para infectados pela praga, fora dos limites de Berlim.

Em poucos anos, se tornou um centro de treinamento e educação. Chegou a ser destruído na Segunda Guerra Mundial, sendo reconstruído em 1946. Pelos próximos 43 anos, ocuparia o posto de instituto com maior prestígio do país.

Os custos para graduação em algum dos vários programas oferecidos pela universidade são bem mais caros, variando entre €281 – €8.000.

Principais cursos da Charité – Universitätsmedizin Berlin

Cursos de graduação: Medicina e Odontologia e Ciências Médicas.
Mestrados em: Saúde Pública, Ciências da Saúde, Medicina Molecular, Epidemiologia Aplicada, Epidemiologia e Neurociência.

Technical University of Munich

Bem mais “jovem”, a Technische Universität München transmite aos seus estudantes uma veia empreendedora e criativa. Isso fica claro nos tobogãs gigantescos que ligam os diferentes níveis de um dos seus prédios, no campus de Munique.

Um pouco da história da TUM

Fundada em 1868, a Universidade Técnica de Munique está sempre um passo à frente. Foi parte da formação de centenas de inventores, incluindo Carl von Linde (geladeira) e Rudolf Diesel (motor à diesel). Também foi a primeira universidade alemã a expandir internacionalmente, inaugurando em 2002 o campus de Singapura. Entretanto, nada tirou o foco nos resultados e a instituição tem no seu Hall da Fama, 17 ganhadores do Nobel.

Principais cursos da Universidade Técnica de Munique

Arquitetura, Química, Ciência da Computação, Construção Geoambiental, Aviação, Viagem Espacial e Geodésia, Engenharia Mecânica, Matemática, Física, Ciência de Esportes e Saúde, Economia e Medicina.

O que fazer para estudar na Alemanha

Seu ensino médio tem que ser reconhecido pelas instituições alemãs por meio do Abitur, o ENEM da Alemanha. Aqui, ele é aplicado no Colégio Visconde Porto Seguro (Morumbi e Valinhos) / São Paulo, Colégio Humboldt / São Paulo ou na Escola Alemã Corcovado/ Rio de Janeiro.

Caso você tenha estudado em alguma dessas escolas, parte da IB, uma fundação suíça que padroniza o ensino em uma rede de escolas ao redor do mundo, esse reconhecimento é automático. Aqui no Brasil, 14 escolas fazem parte dessa rede.

No entanto, se você não se encaixa em nenhum desses casos, nem tudo está perdido! Ainda há a possibilidade de intercâmbio ou de se inscrever em um curso preparatório, o Studienkolleg.

Agora que você já fez um breve tour por algumas das melhores universidades da Alemanha, faça sua lista de metas, se prepare bem e boa viagem!

Quer saber mais sobre o assunto?

No episódio #52 Educação na Alemanha do nosso podcast, falamos sobre educação na Alemanha. Neste episódio foi falado uma visão geral sobre educação na Alemanha, desde ensino básico até graduação.

Aproveite e saiba tudo sobre a vida nas terras germânicas! Siga o Alemanha Cast no Instagram e no Facebook, e mande esse artigo para algum amigo que também vai estudar na Alemanha!

Criador, host e editor do Alemanha Cast.

Deixe seu comentário