Comida

Como é a comida na Alemanha

Pinterest LinkedIn Tumblr

Você está curioso para descobrir como é a comida na Alemanha? Entramos na cozinha para te mostrar um pouco da diversidade da culinária alemã, que vai muito além do Pretzel e Chucrute. Para começar, vamos ter um gostinho da tradição gastronômica na Alemanha e depois vamos ver pratos típicos e influências de alguns dos 16 estados.

A tradição e a comida alemã

Se tem uma coisa que une pessoas, ensina sobre a história, promove a cultura de um lugar e ainda faz um bem incrível, é a comida! Tradicionalmente, a culinária alemã é recheada de sabores e texturas das mais variadas. Ou seja, não faltam carnes, cremes, molhos, bastante manteiga e, claro, cerveja. 

No caso da Alemanha, muito da sua comida foi passado de geração para geração, trazendo a história em cada prato. No entanto, já é possível notar influências de várias partes do mundo e inovações na culinária local.

Comidas típicas de alguns estados da Alemanha

Aachener Printen, Renânia do Norte-Vestfália

Pense em um tipo de quitanda, algo entre um bolinho e um biscoito mais fofo, feito à base de gengibre. Esse é o Aachener Printen, muito comum no fim de ano alemão. Originalmente, é feito com especiarias e adoçado com mel ou açúcar de beterraba. Porém, você pode encontrar variações bem incrementadas com castanhas, amêndoas, chocolate ou glacê!

Currywurst, Berlim

Em Berlim, fica difícil citar um só. Para começar, temos um tipo de fast-food alemão conhecido como Currywurst, criado em 1949 e vendido como comida de rua. Ou seja, salsicha de porco fatiada, temperada com ketchup e curry. Para completar, batata frita ou pão. Ainda com fome?

Então, pode ser que queira experimentar Senfeier, um prato à base de Senf (mostarda) e Eier (ovos). Esse é um daqueles pratos que lembram infância para os moradores de Berlim, tipo comida de vó. Mas, não poderia faltar a Berliner Weise, a típica cerveja de Berlim que tem baixo teor alcoólico e quase nenhum amargor.

Birnen torte, Brandemburgo

A pera, fruta de sabor doce, ganha versatilidade em Brandemburgo. Assim, ela pode ser usada em geleias, vinagre ou até para fazer sabão! No entanto, é numa sobremesa que ela se destaca. A Birnen torte é uma torta linda, que pode ser encontrada em diversas versões. Porém, todas são igualmente de encher os olhos.

Bratwurst, Turíngia

Assim como o champagne só é champagne se for original da região francesa que leva o nome, a Thüringer Bratwurst é uma linguiça que segue padrões rígidos de qualidade. Sendo assim, só as linguiças produzidas na região da Turíngia podem receber o nome distinto. Mas, por que? Isso porque, somente carnes selecionadas, produzidas na região podem ser usadas para criar essa iguaria.  Além disso, vários temperos são adicionados e elas são assadas sobre carvão, como o nosso churrasco, para potencializar o sabor. E assim, lá se vão cerca de 600 anos de história!

Maultaschen, BadenWürttemberg

Esse é, sem sombra de dúvidas, o carro-chefe da culinária de BadenWürttemberg. Maultaschen é um tipo de pasta, como um ravióli, que leva carne de porco picada, farinha de rosca, cebolas, e ervas no recheio. Geralmente, as melhores são feitas em casa, como trouxinhas, que podem ser cozidas no vapor, fritas na manteiga ou servidas em como um sanduíche.

Stollen, Saxônia

Mais um produto com registro de procedência, o Stollen é uma obra prima da tradicional confeitaria alemã. Pão incrustado de frutas cristalizadas, manteiga e cobertura de açúcar, é prato certo nas comemorações do Natal. Ele também tem reconhecimento de origem e é uma das criações gastronômicas mais conhecidas do país.

Green Sauce, Hesse

Hesse está localizada na região central da Alemanha. Lá, é possível experimentar um molho verde que é celebrado num festival só dele! O molho leva sete ervas específicas da região de Hesse e é servido com batatas e ovos.

Pannfisch, Hamburgo

Inicialmente, o Pannfisch era um prato sem muito glamour. Na verdade, era considerado um prato de pobres. No entanto, o preparo que leva filés de peixe, fritos ou cozidos, batatas e mostarda, ganhou notoriedade. Assim, hoje você pode encontrar variações do prato com peixes nobres e em restaurantes requintados da região de Hamburgo.

Sopa de peixe ou Bremerhavener Fischsuppe, Bremen

Localizada a noroeste da Alemanha, Bremen está próxima ao Mar do Norte. Sendo assim, é fácil entender como essa sopa de peixe ficou famosa e se tornou um dos símbolos da região. Preparada com peixes vermelhos, como salmão e cantarilho, ela também leva legumes e pode ter caranguejo entre os ingredientes.

Arenque de Bismarck, Mecklemburg – Pomerânia Ocidental

Considerada uma iguaria regional, diz a lenda que esse preparo foi criado por um peixeiro de Stralsund. No entanto, ganhou o nome por ser considerado o preferido de um General chamado Otto von Bismarck. Um arenque fresco é salgado e marinado para preservar sua maciez e suculência por mais tempo. Os filés de arenque podem ser servidos com cebolas em conserva, ovos, picles e até pão.

Dibbelabbes, Saarland

Saarland está a sudoeste da Alemanha. Nessa região, um prato típico de destaca: Dibbelabbes. Prato que leva batatas, cebolas, carne seca e ovos, assado em uma grande assadeira.  Também vem acompanhado por um delicioso purê de maçã, para dar um leve adocicado ao preparo. É considerada comida caseira, daquelas que trazem conforto, para os moradores de Saarland.  E ele faz sucesso mesmo! Tanto jovens quanto idosos, consideram o Dibbelabbes parte importante da cultura local. Além de ter um nome divertido…

Já tá bom ou quer mais?

A comida alemã é tudo isso e muito mais! Hoje passeamos por 11 dos 16 estados alemães e só deu para dar uma espiadinha diante da vasta culinária que cada um deles guarda e oferece. Agora você já está com água na boca e já tem um roteiro gastronômico a seguir no seu próximo tour pela Alemanha.

Então, compartilhe com os amigos chegados em uma boa refeição e aproveite para conhecer muito mais da Alemanha em nosso Instagram.

Deixe seu comentário