Durante o nazismo, foram construídos mais de 15 mil campos de concentração. No decorrer da guerra eles passaram por diversas mudanças, no início era apenas um campo de trabalho forçado. Posteriormente o cenário mudou.

Situado na região de Munique o campo de concentração de Dachau foi o primeiro campo a ser construído na Alemanha, o ano era 1933 e Hitler estava no poder a apenas 6 semanas.

O Campo de Concentração de Dachau

Portão de acesso ao campo de concentração

Antes de virar o campo de concentração o local abrigava uma fábrica de pólvoras, no início este campo era destinado a pessoas que não estavam de acordo com as práticas nazistas, por exemplo políticos.

O Comandante Theodor Eicke foi o responsável pelo projeto, e o campo serviu de modelo para a construção de muitos outros campos de concentração. Vários comandantes passaram por lá para aprender a comandar um campo de concentração. O comandante do campo de concentração de Auschwitz Rudolf Röss, também passou por Dachau.

Monumento em lembrança aos prisioneiros

Cerca de 180.000 pessoas ficaram presas no campo, sendo que destes aproximadamente 30 mil morreram. Este número está nos registros, porém estima-se que este número seja muito maior; os prisioneiros que morreram durante o transporte para este campo de concentração e os que morreram na marca da morte não fazem parte destes números.

Dentro do campo existem dois crematórios, onde as vítimas eram cremadas.

Crematório

No campo existe uma sala da câmara de gás, porém conforme os registros ela não chegou a ser utilizada.

Em abril de 1945, a 42ª Divisão de Infantaria do Exército dos Estados Unidos libertou o campo de concentração de Dachau. Quando o campo foi libertado, encontrava-se nele cerca de 32.000 prisioneiros vivos, sendo que cerca de 10 mil estavam doentes.

Torre de segurança, fosso e muro de proteção

Como é visitar um campo de concentração

Visitar um campo de concentração não é fácil, é uma sensação de enorme tristeza que toma conta de todos, os visitantes caminham todas em silêncio, a maioria das pessoas estavam refletindo sobre as atrocidades que foram feitas naquele local.

Quando lemos um livro ou vemos algum filme, não dá para ter noção do que é pisar em um campo de concentração, é um clima carregado, triste que nos faz pensar diversas vezes, como pode existir tanta maldade e falta de amor.

É um lugar muito triste, um vazio enorme toma conta. Quando efetuamos a visita estava com muito vento, diversas vezes pensei, nem estamos no inverno que está fazendo muito frio, imagina a quantidade de pessoas que morreram no frio? 🙁

Monumento em lembrança aos prisioneiros

Por mais que não seja uma visita prazerosa, acho muito importante as pessoas visitarem este lugar, saber e ver como era.

Camas dos prisioneiros

Muitas vezes pensamos, como pode existir tanta maldade? Eu não consigo imaginar a cabeça de alguém que é capaz de fazer tamanha crueldade.

Crematórios

Por mais que não seja fácil, é uma parte importante da história do mundo e está lá até hoje para que não se esqueça.

Aqui está o link para o site oficial.

Comentários

  1. Beatriz Cespedes Responder

    Visitei Auschwitz e Birkenau, me fez muito mal….. a maldade humana não tem limites.

Deixe seu comentário

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com