Autor

AlemanhaCast

Browsing

Ah, o verão! Época preferida do ano para alguns, sinônimo de transtornos e sofrimentos para outros. Se o calor é agradável ou não, é sempre uma questão muito polêmica. Mas uma coisa é fato: o estereótipo de que na Europa faz frio a maior parte do ano nem sempre é verdadeiro.

Você quer aprender alemão, mas não existe curso na sua cidade? Ou, então, está faltando dinheiro? Ou os horários do curso não fecham com a sua rotina? Kein Problem! Existem várias opções muito baratas, ou mesmo gratuitas, para estudar alemão em casa, no intervalo do trabalho ou até no carro ou no transporte público. Aqui, vou citar apenas algumas delas, suas vantagens e desvantagens, e como utilizar cada uma para aproveitar melhor o seu potencial.

A Alemanha possui um dos mais eficientes sistemas de reciclagem do mundo, com cerca de 66% dos resíduos urbanos reciclados. É claro que os programas de coleta de lixo administrados pelo governo têm influência nestes dados. Mas grande parte deste sucesso se deve também, e principalmente, à população, pois é ela a responsável pela primeira separação destes materiais, no momento do descarte em suas casas. Porém, para quem vem de outro país, muitas vezes é difícil entender como este sistema funciona. Já falamos em outro post sobre como separar o lixo que é coletado nas casas. Hoje, vamos falar sobre um outro tipo de destino para o lixo reciclável na Alemanha, conhecido como Pfand.

Quando nos mudamos para a Alemanha, alugamos um apartamento que já veio com a cozinha embutida. Esta cozinha já tem alguns equipamentos instalados, sendo um deles a prática e econômica lava-louças. Como era a primeira vez que eu estava utilizando tal eletrodoméstico, decidi ler o manual de instruções para saber como funcionava. Em especial porque, em uma rápida olhadela, identifiquei que havia vários compartimentos e regulagens, e não apenas o dispenser para o sabão.

O idioma do manual foi a primeira dificuldade, claro. Mas fui usando um tradutor e, com toda a paciência do mundo, aos poucos, fui decifrando o que estava escrito. Até que me deparei com uma expressão que nunca havia ouvido falar. Era necessário saber o nível da “dureza da água” da minha região para ajustar o nível do sal. Dureza da água?

Sabe aquele doce que parece uma gelatina durinha? No Brasil, a principal marca é a Fini, que você encontra em lojas de departamento, conveniência e supermercados, e são vendidas em forma de minhoca, dentadura, ursinhos, entre outras. Provavelmente, você já experimentou e até tem um preferido, não é? 🙂 Mas você sabia que os ursinhos de gelatina foram inventados na Alemanha há quase cem anos atrás?

1. O alemão é uma das principais línguas da União Europeia, com aproximadamente 100 milhões de falantes nativos e cerca 200 milhões no total.

Estima-se que, no mundo inteiro, aproximadamente 100 milhões de pessoas falem alemão como primeira língua, e mais 100 milhões utilizem o idioma como segunda língua. Se adicionar, ainda, as pessoas que estão aprendendo, mas ainda não o dominam totalmente, o número de indivíduos que têm algum conhecimento de alemão pode chegar a até 280 milhões. Mais de 90% deles, entretanto, está na Europa.

No Brasil, até a década de 1990, a farmácia (ou drogaria) era o estabelecimento comercial onde se vendiam remédios e, às vezes, uma pequena quantidade de outros produtos para a saúde e higiene. Caso o consumidor quisesse uma maior variedade de produtos para beleza e higiene pessoal, poderia comprar em supermercados ou, dependendo o caso, apenas em lojas especializadas.

Com a chegada do modelo “drugstore”, trazido dos Estados Unidos, as farmácias brasileiras passaram a oferecer uma gama muito maior de produtos, desde medicamentos, passando por produtos de beleza e higiene, até alguns alimentos industrializados, tornando-se verdadeiros mercados de conveniência.

O brasileiro acostumou-se, então, a comprar tudo no mesmo lugar: remédios prescritos pelo médico, vitaminas, suplementos, xampu, pasta de dente, maquiagem, e de quebra umas balinhas diet passando pelo caixa. 🙂

Já na Alemanha, funciona um pouco diferente…

Muita gente tem receio, e até certo preconceito, com a língua alemã. Acha muito difícil, encontra alguns desafios no início e acaba desistindo de aprender, seja por medo, preguiça ou simples falta de interesse.

Sim, é verdade que, para quem fala português como primeira língua, é muito mais fácil aprender inglês ou espanhol, por exemplo. Mas este post está aqui para mostrar que, vencidos os primeiros obstáculos, o alemão não é o idioma mais difícil da Terra (sério, existem uns bem mais difíceis) e pode até ser uma experiência bastante divertida! 🙂

O que fazer com a neve na calçada?

Quando alugamos nosso apartamento em Stuttgart, recebemos do proprietário um documento chamado “Hausordnung”, em tradução livre, “Regas da Casa”. Neste papel estão escritas todas as normas que os moradores devem respeitar, como os horários em que se deve manter silêncio, o uso das áreas comuns e a permissão ou não de animais domésticos. Mais ou menos como um condomínio no Brasil, porém com algumas diferenças. Uma delas, por exemplo, é que não existe síndico. Também não estão expressas multas para quem não cumprir as regras. E o mais importante: você tem que observar a sua “Kehrwoche”, ou “semana de varrer”.1

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com