No Brasil, até a década de 1990, a farmácia (ou drogaria) era o estabelecimento comercial onde se vendiam remédios e, às vezes, uma pequena quantidade de outros produtos para a saúde e higiene. Caso o consumidor quisesse uma maior variedade de produtos para beleza e higiene pessoal, poderia comprar em supermercados ou, dependendo o caso, apenas em lojas especializadas.

Com a chegada do modelo “drugstore”, trazido dos Estados Unidos, as farmácias brasileiras passaram a oferecer uma gama muito maior de produtos, desde medicamentos, passando por produtos de beleza e higiene, até alguns alimentos industrializados, tornando-se verdadeiros mercados de conveniência.

O brasileiro acostumou-se, então, a comprar tudo no mesmo lugar: remédios prescritos pelo médico, vitaminas, suplementos, xampu, pasta de dente, maquiagem, e de quebra umas balinhas diet passando pelo caixa. 🙂

Já na Alemanha, funciona um pouco diferente…

Apotheke: a farmácia tradicional

Se você for ao médico e receber a receita de um medicamento, ou mesmo se tiver uma gripe e precisar de algo para aliviar os sintomas, deve ir a uma Apotheke. Ao entrar, você vai encontrar uma loja com modelo de atendimento no balcão e deve pedir ao atendente que te entregue o produto que veio comprar. Mas, atenção: muitos medicamentos que podem ser comprados tranquilamente sem receita no Brasil (como anticoncepcionais, por exemplo), são vendidos apenas com receita médica na Alemanha. Você identifica uma Apotheke através do seguinte símbolo na fachada:

Símbolo das farmácias (Apotheke) na Alemanha - "A" vermelho com a serpente em torno da taça em branco.
Símbolo encontrado na fachada de todas as farmácias na Alemanha.

Drogeriemarkt: a drugstore, só que sem os remédios

Agora, se você precisar comprar qualquer outra coisa que não seja remédio, e que geralmente encontraria numa farmácia brasileira (aquelas grandes, de rede), dirija-se a uma Drogerie ou Drogeriemarkt. Estas são grandes lojas (algumas chegam a ter o tamanho de um supermercado pequeno), onde estão disponíveis uma variedade enorme de produtos de beleza, cosméticos, higiene pessoal, entre outros.

Loja de cosméticos com cestinhas e carrinhos, várias prateleiras com produtos e pessoas comprando.
Exemplo de como uma típica “Drogerie” alemã é por dentro.

As maiores redes de Drogerie da Alemanha são a DM, a Rossmann e a Müller. Alguns exemplos de produtos que podem ser encontrados lá: xampu, sabonete, desodorante, maquiagem, esmalte, hidratantes, tintura para cabelo, band-aid, pasta de dente, vitaminas, perfume, protetor solar, gel de barbear, camisinha, chás, sucos, cereais, mamadeira, leite em pó…

Enfim, as possibilidades são imensas e, geralmente, os produtos são muito baratos (mesmo convertendo de reais para euros). Além disso, existem diversas opções de marcas, inclusive marcas próprias das redes, e todas costumam ser de ótima qualidade.

Ou seja, se você estiver na Alemanha, vale a pena entrar em uma destas lojas para conhecer e descobrir este enorme universo de cosméticos e outros produtos relacionados à saúde e higiene pessoal. Mesmo que você não seja um grande fã de fazer compras, com certeza vai encontrar algo que te agrade e por um precinho bem camarada. 😉

1 Comentário

  1. Ivone Teske Krieger Responder

    Percebi a diferença quando estive na Alemanha e precisei de um desodorante… Fui numa Apotheke e não encontrei…. bem interesssante essa divisão….

Deixe seu comentário

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com