Informação

A acessibilidade na Alemanha

Pinterest LinkedIn Tumblr

A acessibilidade na Alemanha a transformou em um país das maravilhas para quem tem alguma deficiência física, sensorial ou intelectual, como o autismo. Afinal, o país faz todo esforço para prover acesso, mobilidade e autonomia, para seus cidadãos e visitantes. Aliás, é tudo o que falta na rotina de milhões de pessoas com alguma deficiência no mundo.

Mas, como funciona a estrutura organizada pelo governo alemão e como isso impacta a vida de quem se beneficia da acessibilidade na Alemanha? É sobre isso que vamos falar hoje. De fato, a adaptação de várias cidades da Alemanha não aconteceu do dia para a noite. Gradualmente, um conjunto de iniciativas tomadas desde o início dos anos 2000, ajudaram a pavimentar esse caminho com menos obstáculos e mais inclusão de trabalhadores, estudantes e até turistas no país.

Como a Alemanha se tornou referência em acessibilidade

Para início de conversa, o que mais chama a atenção é o esforço do governo em escutar e entender o que representantes de associações de deficientes achavam dos padrões estabelecidos para facilitar a mobilidade e acessibilidade na Alemanha.  Aliás, desde julho de 2002, foi criada uma portaria para regulamentar especificamente a criação de tecnologias que tornaram sites e aplicativos de instituições do governo acessíveis para qualquer pessoa. Anteriormente, já havia sido criada a Lei de Igualdade de Oportunidade para Pessoas com Deficiência.

Posteriormente, em 2007, o governo pediu que essa lei fosse revisada por representantes de associações de deficientes e que a acessibilidade na Alemanha fosse melhorada de acordo com a necessidade dos usuários. Paralelo a isso, o governo passou a oferecer recursos para que empregadores adaptassem suas instalações de modo que pudessem oferecer melhor mobilidade e autonomia para seus colaboradores e clientes com alguma deficiência motora, auditiva, visual ou intelectual.  Além disso, o país tomou medidas práticas para transformar antigas cidades turísticas em locais com acessibilidade garantida para pessoas com alguma deficiência.

A acessibilidade no turismo alemão

Para se ter uma ideia do esforço feito, desde 2011, várias organizações ligadas ao turismo e à experiência dos usuários têm se juntado para desenvolver um selo de qualidade da acessibilidade na Alemanha. Ou seja, eles buscam um padrão a ser seguido em todo o país para que todas as informações fornecidas e todos os locais para visitação sejam confiáveis e coerentes. Além disso, esse projeto incluía o treinamento e certificação de pessoal habilitado para dar o devido suporte e orientação para os visitantes com alguma deficiência. Mas, é interessante que esse treinamento também visava a educação e conscientização dos envolvidos no projeto “Tourism for all” sobre a importância da acessibilidade. 

Principais cidades que oferecem acessibilidade na Alemanha

Nos últimos anos, várias cidades tomaram medidas para adaptar sua estrutura dando acesso não só a pessoas deficientes, mas também àquelas com algum tipo de limitação temporária. Ou seja, mulheres grávidas, famílias com carrinhos de bebês, idosos, pessoas em processo de recuperação de alguma lesão ou cirurgia etc. Enfim, a ideia é permitir que todas as pessoas tenham a mesma liberdade de locomoção onde quer que decidam ir.

Para isso, várias mudanças foram feitas, criando uma rede de acesso com melhorias que vão desde calçadas sem degraus até a possibilidade de fazer rafting em algum rio caudaloso. Sendo assim, cidades como Stuttgart, Dresden, Nürenberg, Köln, Düsseldorf, München, Leipzig, Frankfurt, Hannover e Hamburgo são agora conhecidas como Cidades Mágicas pelo governo, devido à qualidade das mudanças realizadas. De fato, é possível andar por elas utilizando ônibus e trens com piso baixo, aproveitar passeios organizados e guiados para permitir que pessoas com deficiência tirem tanto proveito como qualquer outro visitante e contar com sistemas de informação e orientação próprios para quem tem algum grau de deficiência visual.

Acessibilidade para estrangeiros na Alemanha

A Alemanha é vista como um dos melhores destinos do mundo para qualquer pessoa com alguma deficiência. De fato, não é difícil encontrar imigrantes que se adaptaram rapidamente às rampas e elevadores espalhados por prédios públicos e meios de transporte. Uma vez legalizado no país, o estrangeiro deve procurar obter um cartão de identificação para pessoas com alguma deficiência física, ou Schwerbehindertausweiss. Essa identificação informa o grau de limitação e permite acesso gratuito a inúmeras atrações turísticas, eventos, descontos no transporte e até em ingressos para shows no país.  Para isso, é preciso ir a um médico, conseguir um laudo e preencher toda a papelada exigida. Apesar de demorar alguns meses e ser um processo burocrático, vale muito a pena, tanto para o portador como para seu acompanhante, que também tem direito à gratuidade e aos descontos. 

Além disso, se um estudante com alguma limitação, seja ela motora, visual, auditiva ou intelectual, for aceito em uma instituição de ensino, ela fica responsável por indicar para o estudante uma acomodação que siga todos os padrões de acessibilidade na Alemanha. Adicionalmente, o cartão de identificação pode ser intermediado pela instituição de ensino, apesar de que isso nem sempre quer dizer que será mais rápido o processo. E o cartão pode permitir que o estudante tenha uma chave para acesso aos banheiros também, o que é uma grande vantagem.

Acessibilidade como regra e não exceção

Paralelamente, motoristas de táxi locais, podem conseguir junto às autoridades uma licença para circular por setores próprios para cadeirantes. Hotéis modernos têm sido mais atenciosos às necessidades de visitantes com alguma deficiência e inúmeros restaurantes já se adaptaram para permitir a entrada e o bem-estar de todos seus clientes.  Mais do que isso, outras atrações e serviços prestados agora estão ao alcance de qualquer pessoa. Por exemplo, museus, exposições, estádios e arenas, cidades turísticas, transporte públicos e serviços de informação. Aliás, é fácil descobrir nos sites dos locais se eles oferecem rampas e barras de apoio.

Para concluir, hoje vimos como o país investiu mais de duas décadas em adaptações para permitir que a acessibilidade na Alemanha se tornasse visível em seus maiores centros urbanos e prédios públicos. Indo mais além, criou leis que determinaram a inclusão digital de pessoas com deficiência, permitindo o acesso também à informação e ao ensino.Gostou? Compartilhe! Aproveite para escutar nossos Podcasts sobre a cultura e a vida na Alemanha.

Deixe seu comentário