Muita gente tem receio, e até certo preconceito, com a língua alemã. Acha muito difícil, encontra alguns desafios no início e acaba desistindo de aprender, seja por medo, preguiça ou simples falta de interesse.

Sim, é verdade que, para quem fala português como primeira língua, é muito mais fácil aprender inglês ou espanhol, por exemplo. Mas este post está aqui para mostrar que, vencidos os primeiros obstáculos, o alemão não é o idioma mais difícil da Terra (sério, existem uns bem mais difíceis) e pode até ser uma experiência bastante divertida! 🙂

1. Der, die, das

Uma das primeiras coisas que ouvimos falar quando começamos a estudar ou a procurar informações sobre a língua alemã, é que existem três gêneros: masculino (der), feminino (die) e neutro (das).

O que pode confundir muita gente, é que estes não são necessariamente o gênero das coisas em si, e sim o gênero gramatical das palavras. Por exemplo: a menina é “das Mädchen”. Então, as meninas na Alemanha têm gênero neutro? Não. As meninas são femininas, a palavra é que é neutra. 🙂

O canal Easy German tem um vídeo (em alemão, com legendas em alemão e inglês) muito legal com algumas dicas para ajudar a identificar os gêneros das palavras. Mas, atenção, para iniciantes, são muitas regras para decorar e elas também possuem muitas exceções.

O melhor mesmo, para quem está começando, é sempre aprender uma palavra nova com seu respectivo artigo, como nos exemplos abaixo:

  • das Buch (o livro), der Stuhl (a cadeira), die Welt (o mundo), das Haus (a casa), der Fluss (o rio), die Flasche (a garrafa)

Isso também será importante para aprender a usar os casos, que vamos falar daqui a pouco.

2. Escrevendo substantivos

Você deve ter reparado acima que os nomes dos objetos em alemão foram escritos com letra maiúscula. Isto é, na verdade, uma regra do idioma.

Em português (e também outras línguas como inglês, francês, espanhol, italiano…), apenas os nomes próprios começam com letra maiúscula. Ou seja, nomes de pessoas, lugares, marcas, etc.

Já em alemão, todos os substantivos, sem exceção, são escritos com a primeira letra “grande”. Exemplos:

  • das Bier (a cerveja), das Auto (o carro), der Apfel (a maçã), der Mann (o homem), die Kartoffel (a batata), der Tisch (a mesa)

Exemplos em frases:

  • Ich trinke das Bier. (Eu bebo a cerveja.)
  • Der Mann isst die Kartoffel. (O homem come a batata.)

3. Palavras grandes

Uma das características da língua alemã que mais assusta e desencoraja as pessoas de tentar aprendê-la é, na verdade, uma das minhas favoritas: palavras grandes. 🙂

À primeira vista, elas podem parecer monstruosamente incompreensíveis e impronunciáveis. Porém, elas nada mais são do que várias palavras pequenas escritas todas juntas.

Então, comece aprendendo as palavras pequenas. Depois, deixe a dedução lógica agir por si só e você vai viver lindas e mágicas horas de amor com este idioma. <3

Um dos momentos mais marcantes para mim foi quando, ainda no comecinho da minha jornada por este mundo de palavronas, eu descobri sozinha, apenas usando o raciocínio lógico, o que significava a palavra “Wörterbuch”. Eu já tinha aprendido que “Wort” é palavra e “Buch” é livro. Então um livro de palavras só pode ser um… dicionário! 😀

E o melhor: estas palavras grandonas sempre levam o gênero do último substantivo que as forma. Então: das Buch, das Wörterbuch. Uma coisa a menos para decorar. 🙂

Com o tempo, você começa a desvendar esta mesma lógica em outras palavras, e aprender alemão se torna um divertido quebra-cabeça. Alguns exemplos:

  • das TischtuchTisch = mesa; Tuch = pano ou toalha… Toalha de mesa! 🙂
  • der RucksackRücken = costas; Sack = saco… Saco nas costas? Mochila! E o mochileiro é o Rucksacktourist. 😉
  • das MittagessenMitte = meio; Tag = dia; Essen = comida… Comida do meio do dia? Almoço! 🙂
  • die Krankenversicherungkrank = doente; sicher = seguro… Então, esta palavra deve ter algo a ver com segurança para doentes… Plano de saúde! 🙂
  • die FreundschaftsbezeigungFreund = amigo; Freundschaft = amizade; zeigen = mostrar; Bezeigung = demonstração… então, Freundschaftsbezeigung = demonstração de amizade. <3

Ou seja, estes “palavrões” nada mais são do que palavras compostas (os exemplos acima são todos substantivos, mas também existem verbos e adjetivos formados assim). E, na verdade, o alemão está repleto de outras palavras bem diretas e pequenas. Não é um bicho-de-sete-cabeças.

4. Números de 21 a 99

Ainda sobre palavras grandes, os números em alemão também são escritos em uma palavra só. Então 7.254 (em português, sete mil duzentos e cinquenta e quatro) é “siebentausendzweihundertvierundfünfzig”. Fica mais fácil de ler, se você “quebrar” a palavra: sieben-tausend-zwei-hundert-vier-und-fünfzig. 😀

Mas a verdadeira pegadinha dos números não está no comprimento, e sim na ordem. Isto pega muita gente de surpresa quando começa a estudar o idioma e é realmente desafiador. Os números de 21 a 99 são ditos de forma inversa ao que estamos acostumados. Como o finalzinho do exemplo acima: 54 = vierundfünfzig (literalmente, quatro e cinquenta). Outros exemplos:

  • 21 = einundzwanzig (um e vinte)
  • 37 = siebenunddreißig (sete e trinta)
  • 89 = neunundachtzig (nove e oitenta)

Como eu disse, no começo é bem difícil se acostumar. É preciso fazer um grande esforço e se concentrar muito para conseguir falar os números.

Mas é importante praticar bastante, até conseguir fazer a troca de forma natural, porque este é apenas o início. Considere que “forçar” seu cérebro a inverter a ordem dos números é o primeiro passo para começar a ver a língua com uma outra perspectiva. É necessário aceitar que a ordem em que as palavras aparecem numa frase não necessariamente muda a ideia que elas expressam. E os números são um ótimo ponto de entrada para ir se familiarizando com a estrutura das frases em alemão.

Ah, antes de passar para o próximo tópico, vai aqui uma dica bônus dos números:

  • Million = milhão
  • Milliarden = bilhão
  • Billion = trilhão

Sacanagem, né… rs

5. Casos e suas declinações

O alemão tem quatro casos: nominativo, acusativo, dativo e genitivo. Isto quer dizer que algumas palavras mudam de forma de acordo com o papel que desempenham dentro da frase. Isto acontece principalmente com pronomes, adjetivos e artigos. Por isso é tão importante aprender, desde o início, todas as palavras com seus respectivos gêneros (der, die, das).

Não vou entrar em muitos detalhes, porque este é um assunto bem complexo. Mas vou deixar aqui um exemplo:

  • der Apfel = a maçã
  • Der Mann isst den Apfel. = O homem come a maçã.

Aqui “der” vira “den” porque a maçã é o objeto da frase, ou seja, está sofrendo a ação e, portando, está no caso acusativo. Existem tabelas que você pode estudar para decorar os artigos, pronomes e terminações de adjetivos para cada caso.

Mas, como saber QUANDO eu devo usar cada um? O jeito mais fácil é voltar a estudar gramática em português (:o) para entender o que é cada caso. Isto porque em nossa língua, eles também existem. A diferença é que nós não mudamos a forma dos artigos e adjetivos. Os casos em português são marcados apenas pelas preposições ou pela ordem das palavras.

Aliás, em português existe apenas um pequeno grupo de palavras que declinam conforme o caso, mas nós usamos sem perceber: os pronomes. Como estes abaixo:

  • eu, tu (nominativo), me, te (acusativo), mim, ti (dativo)

6. Frases flexíveis

Os casos podem ser complicados no início. Mas uma vez que você entende e se acostuma com eles, você começa a apreciar uma das características mais poéticas da língua alemã. Dá pra brincar com a ordem das palavras em busca da melhor sonoridade ou de uma ênfase diferente, o que nem sempre funciona em português.

Por exemplo: “A maçã come o homem.” pode até ser interpretado, de uma forma um pouco estranha, como um homem comendo uma maçã (por causa do contexto). Mas também pode parecer um pesadelo onde uma maçã realmente está comendo o homem.

Já em alemão, por causa da mudança do artigo no caso acusativo, eu posso dizer a mesma frase em qualquer ordem, sem mudar o significado:

  • Der Mann isst den Apfel.
  • Den Apfel isst der Mann.
  • Den Apfel der Mann isst.
  • Isst der Mann den Apfel.

Lindo, né? 🙂

7. Verbo pra lá, verbo pra cá

Mas atenção! Algumas palavras, quando utilizadas, obrigam os verbos a serem colocados no início ou no final da frase. E é por isso que eu disse, lá no tópico sobre os números, que é preciso começar a se acostumar com um jeito diferente de expressar suas ideias. Conforme você for avançando nos seus estudos e aprendendo frases mais complexas, vai se tornar cada ver mais comum ver frases começando ou terminando com verbos. Alguns exemplos:

  • Das ist der Mann, der einen braunen Hund hat. (Este é o homem, que um marrom cachorro tem.)
  • Ich bin nicht gegangen, weil ich keine Zeit hatte. (Eu não fui, porque eu não tempo tive.)

No começo é um pouco estranho. Mas, quanto mais você escuta, mais vai percebendo que existe uma certa beleza na sonoridade das frases que são formadas assim. 🙂

Conclusão

É claro que existem muitas outras características na língua alemã, assim como muitas outras diferenças entre alemão e português. As que reuni aqui, são apenas as mais marcantes e as que mais me chamaram a atenção quando comecei a aprender.

E você? Tem algo que você acha curioso na língua alemã e que não foi citado no post? Compartilhe sua experiência conosco nos comentários abaixo. E não esqueça de acompanhar o blog para saber mais sobre a cultura e a língua alemã.

 

Autor: Gabriele Tschá

Comentários

  1. Muito interessante o post. Ainda não fui para a Alemanha, mas já estou começando a (tentar) aprender o idioma. Adorei as dicas. Você podia até postar mais dicas, fazer uma postagem semanal ou algo do tipo sobre a língua alemã. Iria ajudar muita gente.

    • Oi, Mikaelly. Muito obrigada pelo seu comentário. Com certeza vamos postar mais informações sobre a língua alemã futuramente, sim. Só não prometo que vai ser semanalmente, porque tem muitos outros assuntos sobre a Alemanha que queremos abordar também.

  2. Beatriz Cespedes Responder

    Nem sonhava essas características da língua alemã, adorei a explicação. Irei acompanhar os posts.

  3. Pingback: Como estudar alemão por conta própria – Alemanha Cast

Deixe seu comentário

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com