Moramos na Alemanha desde setembro de 2017 e resolvemos fazer este Post para falar de 10 diferenças entre os alemães e brasileiros. Existem muitos costumes diferentes, e alguns são bastante inusitados. E também não existe certo ou errado. Como falei, é uma cultura diferente da nossa. Que tal conhecer algumas destas diferenças?

1 – Utilização de moedas: Muito diferente do Brasil, aqui não existe aquele famoso troco de balas, se você for no mercado, padaria, loja ou em qualquer outro lugar e o troco por € 1 centavo, eles vão te dar a moeda. Não tem como sair de casa sem moedas, porque você sempre vai precisar, seja no supermercado, você vai precisar de uma moeda para poder pegar o carrinho, pagar o estacionamento, ônibus, trem, etc. Eu que não era acostumada a usar moedas no Brasil, confesso, uma das minhas primeiras compras aqui foi um porta moedas, elas se multiplicam muito rápido.

 

2 – Tirar os sapatos para entrar em casa: Ao contrário do Brasil, onde o costume de tirar os calçados para entrar dentro de casa não é muito comum, aqui na Alemanha você não pode entrar de calçados na casa das pessoas. Dentro só é permitido caminhar descalço, de chinelos ou pantufas. É bom se preparar para quando for na casa de alguém usar sempre meias bonitas ou irá passar vergonha. 😉 Pensa quanta sujeira trazemos da rua?

 

3 – As casas não têm ralo: Para mim foi uma surpresa, quando fui limpar meu banheiro pela primeira vez fiquei procurando o ralo para poder jogar água e para meu espanto, não existe ralo. Precisa limpar somente com um pano, portanto, cuidado. Não jogue um balde de água no banheiro pois ela não terá para onde ir. Aqui eu limpo com um balde e posso dizer que prefiro muito ter o ralo como no Brasil para poder jogar água.

 

4 – Sacola plástica no mercado: Aqui não existe sacola plástica grátis no mercado, como ocorre em muitos lugares no Brasil, você precisa levar a sua sacola ou comprar uma no supermercado. A maioria das pessoas compra sacolas de tecido ou carrinhos para carregar as compras.

 

 

5 – Carrinho de supermercado: Para utilizar o carrinho de supermercado, você precisa colocar uma moeda no local indicado ou não conseguirá pegá-lo. Quando você for devolver o carrinho, você recebe a moeda novamente. Acho super prático e todos devolvem o carrinho onde retiraram, não ficam carrinhos espalhados por todo o pátio do supermercado.

 

 

6 – Fazer download pirata de músicas ou filmes: Não faça download de músicas, filmes, programas de TV pela internet, assim como no Brasil, isto é crime por aqui. A diferença é que aqui a fiscalização é eficiente. Existe um monitoramento do que você está acessando. E não adianta achar que vai fazer e eles não vão te achar, todas as pessoas são cadastradas na prefeitura da Alemanha. Já li relatos de pessoas que, por não saber que existia esta regra, pagaram multas altíssimas, portanto é melhor não baixar nada, utilizar somente programas que são legalizados.

 

7 – Declaração de imposto de renda: A declaração de imposto de renda, assim como no Brasil, não é obrigatória para todos. Verifique as regras para ver se você está obrigado a declarar. No entanto, se você não for obrigado, mas quiser fazer o processo mesmo assim para receber uma restituição, é muito similar ao Brasil, você pode receber dinheiro de volta uma vez por ano (Steuererklärung). O processo pode ser submetido diretamente ao Finanzamt (a Receita Federal daqui) sem custo algum, ou por intermediação de um contador, ou ainda através de empresas que oferecem o serviço online, por um preço menor do que os contadores e que têm o software ligado diretamente ao sistema do Finanzamt. A diferença é que no Brasil é obrigatório fazer pelo software da Receita Federal, não são permitidos softwares de terceiros que “conversam” com o sistema da Receita Federal via online. Aqui na Alemanha, este tipo de serviço é permitido.

 

8 – Atravessar no sinal vermelho: Não atravesse quando o sinal para pedestres estiver vermelho, você pode levar uma bronca da pessoa que está ao seu lado. Por mais que não esteja passando nenhum carro, é necessário aguardar o sinal abrir para atravessar a rua. E ainda é um mal exemplo para as crianças. Existe multa de € 5 euros para quem infringir esta regra. Melhor esperar o sinal abrir e atravessar com segurança.

 

9 – Transporte público: Você compra seu ticket de trem, ônibus e entra e sai sem passar por nenhuma catraca. Quando chegamos aqui, compramos o ticket e ficávamos com ele na mão durante todo o trajeto, esperando alguém vir até nós para conferir o bilhete. Só depois de alguns dias que descobrimos que o controle é feito por amostragem. Há fiscais que aleatoriamente conferem os tickets e a primeira vez que alguém solicitou o meu ticket não estava entendo nada ;); moramos aqui há 8 meses e fomos fiscalizados somente umas 6 vezes. E quem não tem o ticket recebe uma multa cujo valor muda de cidade para cidade. Ah, e não esqueça de ficar com o ticket até o final do trajeto, você nunca sabe quando será fiscalizado.

 

10 – Assoar o nariz em público: Confesso que não acreditei; quando estava no curso de alemão e logo no primeiro dia a professora assoou o nariz de forma muito alta no meio da sala, fiquei chocada, pensei: “o que é isto?” Depois vi que é normal; restaurantes, estação de trem, reunião da empresa, em qualquer lugar que eles tiverem vontade, vão assoar o nariz. E você, assoa o nariz no meio de todo mundo ou vai no banheiro? 😉

 

E aí, o que achou? Estas foram apenas algumas das diferenças que vemos entre os dois países, com certeza levaremos muitas das coisas que aprendemos aqui para o resto de nossas vidas e outras deixaremos por aqui. 🙂

E você, conhece alguma outra diferença? Compartilhe conosco e continue acompanhando nosso blog.